22 maio, 2011

Queria ser mais verde: como rapariga


Aviso a todos os leitores do sexo masculino: Este post contém linguagem explicita sobre menstruação, ciclo menstrual, periodo, sangue, fluidos, nhanha e outros temas que atentam contra a vossa resistência ao nojo. Desaconselha-se a leitura aos mais sensíveis.


Então é assim... Ainda sobre o tema da ecologia, gostava de partilhar convosco umas ideias que me têm chegado através da internet, algumas amigas e lojas de produtos naturais como a Brio.

Já há uns bons anos que me questionava sobre a biodegradibilidade dos pensos higiénicos, como rapariga em idade fértil que sou e como parte daquele grupo de mulheres que podem falar do seu periodo em termos de tsunami, catarata, torneira aberta e outros eufemismos do género (eu avisei).
Depois surgiram aqueles emails em que se falava do risco de usar os pensos e tampões mais comuns nos nossos supermercados porque tinham substancias que faziam sangrar mais ou que eram de algum modo nocivas... e alertavam sempre para o facto de não haver listas de componentes nestes produtos... se os emails eram verdade ou não, não sei, o que tenho de confirmar que é verdade é que de facto nunca consegui perceber de que eram feitos os pensos que sempre usei. Continuei a usar os pensos que conhecia porque não tinha grande saída e usar lenços de papel ou toalhas de pano não era uma opção. O facto é que os pensos higiénicos "normais" não são nada ecológicos e devíamos tentar procurar alternativas.


Mas eis que há uns tempos atrás soube da existência dos copos menstruais! Conhecia os Mooncup e depois fiquei a conhecer os Lunette.
O conceito é meio estranho, sobretudo se não se estiver habituada a tampões. Trata-se de um copinho feito de silicone (que é um material estéril e que dura imenso tempo) que se põe "lá para dentro" e vai recolhendo o sangue ao longo do dia - parecido com o que fiz no desenho lá em cima. Depois é só tirar, lavar e tá pronto para outra! As duas marcas de que falo acima são muito semelhantes e pelo menos os lunette já se encontram por cá (Portugal), sem ter de se encomendar pela internet.
Mas enfim, falo disto por ter feedbacks positivos de amigas, porque na verdade "eu é mais pensos"*

E sobre isso há também novidades ecológicas: Os pensos higiénicos Natra Care que encontrei na Brio e que imagino que existam em lojas de dietética e produtos naturais tipo O Celeiro são pensos ecológicos, de algodão, que existem nas diversas formas de com abas, sem abas, tanga etc como os outros... ah, e também há tampões da mesma marca!

Da minha experiência posso dizer que são bastante bons.
Ok, os não-ecológicos são mais absorventes e fininhos (mas também ainda não experimentei todas as variantes dos Natra Care que existem no mercado) mas só a ideia de se perceber de que são feitos, qual é a filosofia da marca e que são biodegradáveis torna tudo um pouco melhor.
No site Pegada Verde podem também admirar uns pensos reutilizáveis que se lavam na máquina. Tenho algumas reservas em relação ao estado em que ficarão com umas poucas de utilizações, porque com lavagens a 60º ou sem elas, sangue é sangue meus amigos... mas não descarto a ideia de experimentar um dia...
Podem ver mais algumas marcas no artigo sobre o mesmo tema, do site Centro Vegetariano.

*Referência à expressão "Eu é mais bolos" da rábula sobre José Severino, um personagem do Herman José, do programa Hermanias - Fim de Ano. A ver aqui!

4 comentários:

tresa sousa disse...

olá :)

compras Lunette na Terra Pura. 30 patacos (q me lembre).

beijocas*

Luís S. disse...

Olá!
Acredito que essa tua mensagem de alerta atraia ainda mais rapazes do que se fosse sem aviso! Eheheheh!

A Joana, que trabalhou connosco em Montemor no "Desassossego", numa conversa qualquer disse que usava os mooncup e que era muito fixe.
Se me lembro bem, disse que ao início era meio estranho de colocar e também depois o lavar da coisa.
E além de ecológico, poupas bastante dinheiro já que aquilo dura montes de anos.

Ana Oliveira disse...

Luíííís...! Não estava nada à espera de te ver por aqui!
A Joana é uma rapariga sensata :) Já se estava mesmo a ver que ela usava destas coisas.
Cinco estrelas!
Beijinho

medis disse...

a minha experiência com o mooncup é menos agradável .. usei acerca três meses e depois tive infecção urinaria e no hospital me disserem que uma coisa que ´pões aí por dentro´ pode ter passado a infecção - apesar de lavar sempre e tocar com mãos lavados .. aí por dentro é sempre um bocado de mistério ......