29 janeiro, 2011

Dos criativos

Ser criativa nem sempre é fácil,
Nem sempre tem piada (nem sempre é giro)
E quando se depende disso para viver é (por vezes) uma trampa.

7 comentários:

Verde disse...

Mas tu sais-te muito bem sempre! :)

Istari disse...

Como te percebo, até certa parte. É que eu cá preciso sempre de inspiração, nem que seja para escrever um artigo cientifico, porque senão acontece o que sucedeu esta semana... não acabei o artigo a tempo da publicação :S

Mas pronto, para sobreviver, ao menos, tenho este belo tacho de atendimento ao público (que é fabuloso!! ou não)

vidadesenhante disse...

entendo perfeitamente! hahaha

maria arroz disse...

Ana O: começa a espremer o miolito outra vez, pois que tenho uma encomenda URGENTE!!! Aceitas encomendas urgentes?
"Há esperança, dôtôra?!" :P

beijo!
Ps: Criatividade é o teu nome do meio!Estás sempre a surpreender!

Ana Oliveira disse...

Dispara miuda :)
manda-me um email

Beijinho!

Natalina Pereira disse...

ai como eu te entendo!!! :S Devíamos de ter um cérebro suplente cheio de ideias dentro de um frasco para quando nos faltasse a inspiração podermos trocar! ^^

Manuel Alves disse...

Pois eu acho que ser criativo é mesmo muito fácil. O que, por vezes, não é nada fácil é criar aquilo que nos pedem, de modo a que fique exactamente como querem. Isso sim, pode tornar-se num grande pepino. ;D