15 abril, 2009

Ano 2 d.M. (depois de Moleskine)

Verdade seja dita, eu pelo-me por caderninhos. 
Viciei-me em Moleskines depois de ter comprado o meu primeiro, e se bem que a coisa esteja meio parada por agora, continuo a gostar muito de desenhar nestes pequenos companheiros de bolso... a coisa é de tal modo que ao pé dos Moleskines todos os outros caderninhos me parecem rafeiros.
Mas eis que na minha ida à Itália uma prima me ofereceu um delicioso caderninho romano! Tem capa de couro e uma fita para fechar e é da Cartoleria Pantheon, uma loja muito bonita e a puxar ao antigo numa rua pertinho do Panteão (a imagem de cima foi retirada do site). 
Embora o papel não seja bom pra levar com aguadas tornou-se num sério concorrente ao Moleskine.. Abaixo podem ver o primeiro desenho.

(Por curiosidade, ontem encontrei num blog um tutorial sobre como kitar um Moleskine para lhe pôr um miolo mais apetecível para o desenho e aguarela! Achei deveras corajoso porque eu jamais me lembraria de tal coisa, sobretudo se isso envolvesse esfrangalhar um Moleskine novo, mas que é uma ideia com potencial, lá isso é!)

3 comentários:

Pat disse...

Ora pois cá está uma das coisas que mais gosto também. Não tenho jeito para qualquer tipo de arte diga-se de passagem, mas desde que descobri os Moleskine, também passei a olhar de soslaio qualquer um dos caderninhos que fui acumulando ao longo do tempo.
É de tal forma a "pancada" que passei a ter não um, mas vários... Pessoais, para o trabalho, para os estudos... =)

guiga disse...

Tb sou fã! :)
*.*

AG disse...

Cartoleria Pantheon. Como te entendo...