11 setembro, 2006

Perseguindo-se



A minha gata já não batia muito bem, mas desde que foi operada que anda mais taralhoca. Já era normal de vez em quando ela descobrir que tinha uma cauda e desatar a persegui-la em círculos, tipo cachorro... mas agora está pior.
Agora é vê-la a tentar arrancar a própria cabeça com golpes das patas traseiras. E não é um qualquer gesto de coçar a orelha mal interpretado, ela chega a agarrar e morder as patas, para as largar logo a seguir!
O meu pai diz que um dia ela arranca a cabeça e brinca com ela pela casa...

11 comentários:

Anne Marie disse...

Muito giro!!!!
Um beijo da tua fã!

Pupo disse...

gostei bastante do seu traço ;) faz ilustração em livros também!?

abraços!

Ana Oliveira disse...

Pupo: Não, nunca publiquei nada, aliás, só comecei a dar importancia à ilustração há muito pouco tempo. Quem sabe um dia...

Vodka e Valium 10 disse...

O Gaspar, meu cão por empréstimo, tem três meses e corpo de um ano. Corre atrás da cauda, mas tem o problema de ainda não saber correr muito bem...

Ana Oliveira disse...

Vodka: É bizarro não é? Perseguir uma parte do próprio corpo.. tão perto e tão longe!

Avozinha disse...

Porque será que a Migas faz o mesmo?

PMBC disse...

Com tanta imaginação e treino suspeito que a publicação das ilustrações esteja para breve. Boa sorte.

Mattias disse...

The cat is so funny

lusi disse...

jejejje

pobrecito

Ana Oliveira disse...

Avozinha, PMBC, Mattias, Lusi: Obrigada!/ Thank you!

Cris disse...

Minha doidinha da casa: https://www.youtube.com/watch?v=pkM-laFNRAQ