12 dezembro, 2012

Cabeleira

O meu cabelo chega-me aos ombros. É o mais longo que esteve em muitos anos porque desde de 2004 que estava decidida a ser dona de uma cabeleira curta ou mesmo muito curtinha... Estilo Audrey Hepburn, era o meu objectivo!
Mas eis que me apercebi que para manter cabelo curto com um aspecto minimamente decente convém ir ao cabeleireiro de 3 em 3 meses ou algo assim, coisa que o meu vencimento irregular como freelancer nem sempre deixava. De modo que uma coisa foi levando a outra e o cabelo foi crescendo e crescendo...

Quando comecei a conseguir fazer rabo de cavalo outra vez foi giro, mas ainda assim acho que não nasci para ter cabelos compridos. Detesto apanha-los de todo o lado. Uns dias sem aspirar a casa transformam qualquer montinho de cabelos num potencial brinquedo de gato, e tiro autenticas ratazanas de pelo do ralo da banheira... iuck!

O cabelo curto é excelente.. (quase) não se dá por ele quando cai no chão, penteia-se (quase) sozinho, não vai para a boca, nem se cola aos gelados no verão, gasta menos champô e seca mais depressa.. Tem talvez a desvantagem de me dar um ar mais arrapazado, mas isso é só mais um estimulo para ver se produzo um cadinho mais, que só não o faço por falta de tempo/pachorra/propósito.

Por isso por agora o cabelo manter-se-á comprido porque ajuda a manter o calor ao pé das orelhas e pescoço, mas algo me diz que se este ano que aí vem tiver um verão escaldante vou pegar na máquina de cortar cabelo do meu homem e vai disto! Há que séculos que penso em rapar a cabeça! :) Acho que é importante passar por isso pelo menos uma vez... Afinal é só cabelo e crescerá de novo.
Ou quem sabe se não faço um mini mohawk.
A ver vamos (cliquem na imagem para ampliar)

My hair reaches my shoulders and it's the longest I ever had in years. At least since 2004 that I aimed to have short hair... Audrey Hepburn's style!
But alas... soon I realized that to keep a nice haircut I should see my hairdresser every 3 months, and as my income woulnd't always be big enough to afford so.. I just let it grow...

It's was nice to be able to have a pony tail again but still I think I wasn't born to have long hair. I hate that it lies everywhere. If we don't vacum the house regularly, soon enough the little hair balls convert into cat toys, not to mention the rat-size amount of hair that I have to get out of the bath tube after a shower... iuck!

Short hairdos are great... You can't (almost) notice when it falls, it combs (almost) by itself, it doesn't get in your mouth, or sticks to ice creams on summer, you need less champoo to wash it and it dries out faster. It has the disadvantage of making me look a bit like a boy, but it can work as a reason to try and be a bit more feminine - I usually don't do it for lack of time/patience/purpose.

So for now I'll keep my hair long, just for the sake of having warm eras and neck. But next year, if we get to have a hot summer again, I think I'll use my man's hair cutter and... here it goes!! I've been thinking about shaving my head for a long time! :) I guess everyone shoud do it at least once... after all it's just hais and it'd grow again.
Or maybe I could try a mini mohawk.
Let's see.

3 comentários:

sónia silva disse...

A ilustração está linda!

Rita Balixa disse...

Sou toda a favor de cabelinhos curtos, já vi uma fotografia tua em que tinhas o cabelo curtinho e achei que era mesmo a tua cena.

Para mim não há nada como uma pessoa lavar a cabeça e sem dar por ela já ter o cabelo seco.

Apesar de agora ter o cabelo comprido (lá está...orçamento reduzido) tenho a mesma filosofia que tu, cortai cortai que é só cabelo e cresce (às vezes depressa demais).

Quando ao teu desenho, vi ao vivo mas é sempre bom rever. Ficou mesmo giro :) Essa cabecinha com muito ou pouco cabelo está sempre cheia de ideias fixes!

Nena Metelo disse...

Concordo contigo - é preciso passar por uma careca pelo menos uma vez na vida! É preciso, porém, que seja por um bom motivo; há quem não tenha estofo para tão pouco cabelo :)
Apoio-te, Ana!
Embora eu esteja a atingir o record do guiness - o cabelo já me cai pelas costas e quando o penteio antes de secar, chega ao meio delas!! Quem diria??? - acho maravilhosamente mágicos os cortes femininos curtos. O meu sorriso é imediato quando passa alguma menina de cabelo curto por mim, sou fascinada. Tenho a certeza que vou voltar a esses cortes um dia.

Não me parecem absolutamente nada arrapazadas as meninas que os usam - pelo contrário! Ficam femininas e misteriosas. Algumas até muito românticas. Quem é que não quer ser assim? :D
Beijinhos grandes. Adorei a tua ilustração :)