30 abril, 2012

Um dia de retratos

Estava muito bem a navegar na net um destes dias quando resolvi dar um pulo ao site de divulgação da minha ex-faculdade, sitio onde gosto de ir acompanhando os concursos e bolsas que vão saindo.
Reparei num anucio que falava de retratistas e fiquei curiosa... Já não o consigo encontrar para colocar aqui, mas basicamente nele pediam-se voluntários para um projecto que envolvia a Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves e um Centro de Dia da mesma zona e que compreendia desenhar alguns dos utentes do Centro de Dia numa visita que iriam fazer à Casa Museu.
Fazer retrato é uma coisa que gostava de fazer com mais regularidade, e interessava-me desenhar pessoas de qualquer idade, por isso fiquei entusiasmada e respondi ao anuncio!
A dinamizadora deste evento foi uma jovem chamada Carla, licenciada em Animação Cultural e a fazer estágio neste peculiar museu.
A Casa Museu Dr. Anastácio Gonçalves é uma casa lindíssima junto ao Saldanha e à Maternidade Alfredo da Costa. Foi mandada construir pelo Pintor Malhoa, para sua morada e atelier e foi a primeira casa-de-artista de Lisboa, ganhando um prémio Valmor em 1905. 
É mesmo muito bonita, cheia de quartos pequeninos nos pisos inferiores (faz lembrar uma casa de bonecas!) e com um atelier e antiga biblioteca no piso superior, uma divisão larga e arejada e definitivamente inspiradora. Em 1932 a casa foi adquirida pelo Dr. Anastácio Gonçalves que tinha já a ideia de nela guardar a sua colecção de arte, loiças e móveis para após a sua morte fazer dela um Museu.

Relativamente ao evento que nos envolvia, o que estava programado era que os utentes do Centro de Dia fizessem uma visita mais direccionada ao tema do retrato e que no final, ao chegar ao piso superior (antigo atelier) tivessem uma surpresa: Cada um teria à sua disposição um retratista para o desenhar!
E assim foi.
Eu falei com um amigo (o António) que passa a vida a desenhar mini retratos de pessoas na rua e nos transportes e junta-mo-nos a mais quatro colegas que responderam ao anuncio.
Éramos 6 artistas para 6 modelos. Como a principio não havia utentes que chegassem para tanto retratista, acabámos também por desenhar outras pessoas que infelizmente não sei precisar se pertenciam à Casa Museu ou ao Centro de Dia, mas imagino que fosse ao primeiro. A sala por si só era maravilhosa, com uma grande janela, um pé-direito bem alto e um candeeiro de cristais!
Apresenta-mo-nos aos nossos modelos, senta-mo-nos confortáveis e começou. Tínhamos 3h para fazer um retrato cuidado.


A principio o meu modelo ainda não tinha chegado (porque houve alguns atrasos), por isso, para ir treinando a mão pus-me a desenhar o modelo da minha colega do lado (Dr. Santos e Silva) e fiz o pequeno perfil que se pode ver abaixo. O perfil da senhora (Dona Lurdes) que está mais abaixo foi feito já no final. Estes foram perfis pequeninos, feitos em folhas A5, mesmo só para descontrair.
O meu desenho mais completo foi feito à Dona Helena, que se aguentou estoicamente sossegadinha durante duas horas, mesmo quando havia conversa e risota lá atrás. Reconheço que estava enferrujada a nível de retrato, mas de modo geral fiquei feliz com a minha prestação. Quem me dera poder fazer isto todas as semanas...
No final alinhamos os desenhos para os poder fotografar (uma vez que não iriamos poder leva-los para casa para poder digitalizar). Houve lugar para mais alguns desenhos no final, por ter sobrado tempo. 
No final os nossos modelos posaram com os desenhos! Foi muito bom ficar a conhecer o trabalho destes colegas. Aqui ficam os intervenientes:

- Eu desenhei a Dona Helena (nº 1) e fiz os dois perfis pequeninhos de que falei mais acima.
- A Sílvia Marieta desenhou o Dr. Santos e Silva (nº 4), a Dona Conceição (nº 2) e no final e tudo a Carla (nº 7).
- O António Araújo desenhou o Sr. Pedro (nº 3) e antes disso tinha feito um retrato de corpo inteiro do Sr. Fernando (que aparece na foto de cima, um senhor sentado de óculos escuros).
- O Carlos Gaspar desenhou a Dona Lurdes, que ficou um espanto de retrato!
- O Nuno Theias desenhou a Dona Ondina.
- E finalmente o Nuno Baptista desenhou o Sr. Fernando (que é um desenho no qual me esqueci de colocar numero, mas está na foto acima no canto inferior esquerdo e tem um senhor de óculos escuros).

Foi uma bela tarde! Venham mais desafios destes :)
Nota: as fotografias da visão geral da sala são da Carla e as outras são minhas.

3 comentários:

Honey Daze disse...

Que iniciativa tão gira! A casa Anastácio Gonçalves é realmente muito bonita, já lá estive e fiquei fascinada.

carlaguerra disse...

Olá Ana!

Muito obrigada pela tua participação e por ajudado no "passa a palavra"!

Obrigada por teres ajudado a concretizar a minha ideia. Já agora apresento-te as minhas desculpas por não encontrares o anúncio...mas enviei um e-mail para a divulgação para o apagarem pois já estava atingido o objectivo ;)

Vou enviar-to por mensagem.

muitos beijinhos e continuação de um excelente trabalho criativo!

Carla Guerra

Sara Simões disse...

Belo programa!!