18 junho, 2008

Sighing for Pehdtsckjmba*

*Suspirando por Pehdtsckjmba
Arrependo-me por vezes daquilo que não faço por inércia, pela tão famosa falta de dinheiro ou por falta de tempo. Este senhor vem à Europa para mais um tour, e eu não me estou a ver a vir a fazer parte do seu público. E tenho pena. Mas na verdade não me esforcei minimamente, aliás eu nem tinha posto a hipótese de um dia o ir ver. Acho que foi aqui que lixei tudo.
De há um mês pra cá que vou a Belém quase todos os dias. Será que tenho comido pastéis de Belém? Não, nem um. Chamem-me estúpida (eu sinto-me estúpida).
Acho que as coisas normalmente estão ao alcance da nossa mão, se ao menos nos esticarmos um bocadinho..

I often regret the things I don't do for inetia, the so famous lack of money or time. This gentleman is coming to Europe for another tour and i'm can't picture myself being part of it. And i'm sorry for that. I haven't done any effort in that direction, to be honest I never really believed i could see him one day. I guess this is when i screwed it.
I've spent last month going to Belém nearly everyday. Have I eated Pastéis de Belém? No, not even one. Call me stupid (i feel stupid).
I guess things are usually reacheable, if only we stretch a bit...

8 comentários:

SilverTree disse...

Como te percebo... Meti na cabeça que o ia ver a Barcelona, mas penso que os bilhetes já esgotaram, e falta-me alguém suficientemente doido para ir comigo.
Vi que ainda há bilhetes para a Irlanda, país que sempre quis visitar, e vai lá quando tenho férias marcadas,podia juntar o agradável ao agradável, mas provavelmente já sai uma brincadeira demasiado cara e lá está, sozinha não me aventuro.
Ai, ai.

guiga disse...

Estica-te mais um pouco, pode ser que consigas chegar lá! ;)
*.*

Ana Rute Cavaco disse...

ó ié.

Ana Oliveira disse...

Silvertree: se tens a oportunidade, se tens o guito, VAI rapariga!! :)

Eu iria, sozinha e tudo.. não me faz impressão nenhuma.. adoro viajar e estar por minha conta :)

margarida disse...

quanto aos pasteis(que é uma coisa que está mais ao meu alcance, e é pertinho do trabalho e tudo...)não seja por isso, vou lá contigo!
bjs

PeF disse...

Eu vi-o em Paris e foi a coisa mais sensata que fiz na vida. Meti-me na carreira rumo a Galia, vinte-e-seis horas na companhia de emigrantes para um concerto inesquecivel no Grand Rex. Nao me perdoaria se nunca o chegasse a ver...
Mas ele volta Aninha, daqui a uns 4 anos esta ai de novo, e nessa altura, e pegar, que o senhor nao fica mais novo...

pef disse...

Resta-nos o fraco (comparando com o estar presente) consolo de coisas como esta...

http://youtube.com/watch?v=6gqZIJdUHew

Diário de um Anjo disse...

Acho que são alturas. Ás vezes também estamo-nos sempre a esticar para ter tudo o que nos passa perto que ficamos cansadas de tanto o fazer...há que haver um equilibrio.
Beijinho