20 agosto, 2006

Uma (possível) estória de amor em dois actos.


14 comentários:

Anne Marie disse...

Olá!
Parabéns pelo teu trabalho! Ilustrações belas, histórias fascinantes! Muito Bom!!!

Ana Rute Cavaco disse...

ai, adorei!

Ana Rute Cavaco disse...

lindo!

Kiau Liang disse...

Hi hi hi...às vezes é mesmo assim...tropeças e quando vais a ver....

apple disse...

Tropeçar e encontrar, sem se esperar, aquilo que toda a vida se procurou!!

Vodka e Valium 10 disse...

Esse é muito, muito bom. A historia e as ilustracoes.

Ana Oliveira disse...

Vocês é que são demais.. estas ilustraçõezinhas não sairam como eu queria e vocês gostam na mesma :) que bom!

Crash disse...

Muito bom. Gosto da histórias porque revelam um certo nível de estranheza com que me relaciono :P, mas melhor ainda é teres estas ideias e conseguires ilustrar-las. Cinco estrelas :).

Ana Oliveira disse...

Crash! Obrigada. Olha, porque é que não deixas de ser chato e aceitas comentários duma vez por todas no teu blog, hm?

Sara disse...

Gosto muito, muito, desta história de amor! Só pode ter um final feliz, que não acaba em plof, mas sim em "plim"!

zarah disse...

Lindo lindo! :)

Avozinha disse...

E desta vez nem se apresentou como sapo!

Esplanando disse...

Excelente! :-)

Rita disse...

sempre brilhante minha querida Ana:)